Category Archives: Emprego

Se procura emprego, aqui está uma boa sugestão!

Clique em:http://www.eurocid.pt/pls/wsd/wsdwcot0.detalhe_area?p_cot_id=1519&p_est_id=4281

Anúncios

E porque sou jovem.

Aqui vos deixo uma excelente reportagem sobre as dificuldades que muitos jovens entre os 16 e os 25 anos encontram actualmente para arranjar emprego. A licenciatura já não facilita a empregalidade. Hoje quando, existem 14 % da população portuguesa licenciada, a licenciatura tornou-se “vulgar”, em que as condições de trabalho, são idênticas às de um trabalhador com menos qualificações. À espera  dos licenciados, estão as prateleiras e caixas de pagamentos dos lidl´s, pingo doce, etc. É realidade nua e crua.

Reportagem

Maquiladoras:Um negócio rentável…

No Norte do México, há mais de um milhão de mexicanos que trabalham em mais de 3.000 maquiladoras, que produzem e exportam peças e produtos, do Norte do México para os Estados Unidos, através sobreexploração de mão-de-obra barata, aproveitando ainda, a inexistência de barreiras comerciais, devido ao Acordo de Livre Comércio Norte-Americano ( NAFTA), entre México e EUA, tornando-se um negócio rentável para as multinacionais americanas, que assim conseguem maximizar os seus lucros, à custa da exploração dos trabalhadores, com baixa qualificação.

O que são Maquiladoras?

As maquiladoras surgiram no Norte do México na década de 60, na proximidade da fronteira com os E.U.A. No início e finais da década de 90, havia aproximadamente 2.000 maquiladoras, que empregava cerca de 500.000 trabalhadores. Em poucos anos, o número de maquiladoras e o número de trabalhadores duplicou. A maioria destes trabalhadores, é obrigado a viver em favelas, sem electricidade e sem água potável, próximas das fábricas. As maquiladoras produzem principalmente, equipamentos electrónicos, vestuário, plásticos, móveis, electrodomésticos, automóveis e peças, sendo, que 80% desta produção, é posteriormente, transferida para os Estados Unidos a baixos custos de produção. Por esta razão, as multinacionais americanas, que detêm as maquiladoras vêm aumentando o seu capital humano. A maioria deste capital humano, tem baixa escolaridade, que desconhecem a existência de sindicatos (só é permitido um sindicato oficial, que é o do governo), e onde são submetidos, a cargas horárias de trabalho, que chega, até às 75 horas por semana. Estas maquiladoras, são em grande parte, responsáveis pelo aumento significativo da poluição industrial e dos danos ambientais na região Norte do México. A forte concorrência da China, tem enfraquecido, nos últimos anos, as maquiladoras, devido à sua abundância de mão-de-obra barata.