AI e HRW solidários com Baltasar Garzón

A organização internacional de Defesa dos Direitos Humanos, a Human Rights Watch, manisfestou hoje, junto do Presidente da Conselho da União Europeia,  a sua preocupação, quanto à eventual suspensão do conceituado Juiz espanhol Baltasar Garzón”por investigar as violações dos direitos humanos, cometidos durante a ditadura franquista”. A HRW, argumenta que Garzón, tem feito esforços, para se fazer justiça, às  vitimas de violações humanas no plano internacional, por isso não há razões para castigar Garzón,  por tentar fazer o mesmo no seu próprio País”. Já a Aministia Internacional, afirma, “que investigar desaparecidos, execuções extrajudiciais e casos de tortura, nunca deveria ser tratado como um acto criminoso” referindo-se à possivel suspensão de Baltasar Garzón.

Por incrivel que pareça, ainda existem agentes da justiça( e ao que parece com a cumplicidade/passividade do governo espanhol e da União Europeia) que são entrave ao trabalho desenvolvido por outros colegas, cujo o único crime que cometeram,  foi ter “remexido” no passado. No caso de Baltasar Garzón, o problema, é a sua imparcialidade, a sua honestidade e a sua transparência, quando desenvolve uma investigação. Não olha a individuos, nem à sua posição social, não olha a países, nem à sua posição mundial. É por isto que paises, com um “passa-montanhas” tentam urgentemente silenciar este Juiz, antes que se descobra, algo que os comprometa.

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: