O lucro contra a saúde.

O regime de François Duvalier («Papa Doc»), a quem sucedeu, em Abril de 1971, o filho Jean-Claude («Baby Doc»), foi qualificado, com toda a justeza, como uma «cleptocracia». A definição incluía a gestão que esse regime fazia da ajuda estrangeira, boa parte da qual proveniente dos Estados Unidos [1]. Após 29 anos de duvalierismo, em Fevereiro de 1986 o Haiti ficou sob a alçada duma administração militar, à qual logo se seguiu a ditadura. Durante todo esse tempo, a ajuda estrangeira nunca deixou de afluir, embora apenas uma ínfima parte parecesse chegar àqueles a quem era destinada.

Em 1990, uma série de eleições democráticas e a chegada ao poder de um padre católico, o sacerdote Jean-Bertrand Aristide, dirigente do movimento Fanmi Lavalas (Família Avalanche), incutiram uma nova esperança nas pessoas que lutavam para melhorar as condições sanitárias do país. Mas, abruptamente, o golpe de Estado militar de 1991 pôs fim a essas esperanças. No centro do país, onde nós dirigimos um hospital comunitário, as condições económicas e sociais degradaram-se rapidamente. Nesse mesmo período, de modo paradoxal, o número de doentes acolhidos na nossa clínica diminuiu. Convém dizer que esta era alvo duma operação de repressão e de ameaças [2].

As consequências imediatas do golpe de Estado foram muito severas, com milhares de mortos e centenas de milhares de pessoas deslocadas. Na saúde pública, os três anos seguintes revelaram-se catastróficos: ressurgimento de epidemias de sarampo e outras doenças para as quais existem vacinas; bruscos aumentos epidémicos de dengue. A mortalidade infantil e juvenil, mas também a mortalidade no parto, são no Haiti as piores do hemisfério Norte. O VIH/sida e a tuberculose tornaram-se as primeiras causas infecciosas de mortalidade entre os jovens adultos; este fardo foi ainda maior devido às violações cometidas pelos militares e os «adidos». Por outro lado, muitas destas doenças estão ligadas à subnutrição. Depois, durante estes anos perdidos, a rede nacional de clínicas e hospitais públicos ficou ao abandono, tendo a maior parte dos profissionais de saúde saído nessa altura do Haiti.

(…)
 
Com cem camas e doze médicos haitianos, o hospital de Zanmi Lasanté é no Haiti um dos maiores hospitais charity (privado com fins não lucrativos). Por não termos qualquer ajuda significativa do governo haitiano, do BID ou do USAID (organismo de assistência internacional dos Estados Unidos), estamos, por assim dizer, reduzidos ao papel de observadores neutros dos acontecimentos. Somos porém vítimas directas do desmoronamento do sistema de saúde pública. Os encerramentos de clínicas e hospitais multiplicam-se nesta região, bem como a recusa de receberem doentes sem meios para pagar as despesas. Estes últimos, por isso, voltam-se para o nosso hospital. O município de Thomonde, por exemplo, e os seus 40 mil habitantes, na região Centro, não puderam contar, durante todo o ano de 2000, com qualquer médico ou enfermeira.

Depois das contestadas eleições legislativas de 21 de Maio de 2000, os Estados Unidos, a União Europeia e os organismos financeiros internacionais congelaram a ajuda prevista para o Haiti [4]. Este verdadeiro embargo atinge a população mais vulnerável de todo o continente, o povo mais pobre, aquele que tem a mais frágil economia, ambiente e tecido social. Segundo os próprios financiadores, as consequências deste embargo são devastadoras: «Globalmente, o principal motivo da estagnação económica é a supressão das subvenções e empréstimos do estrangeiro, paralela à resposta que a comunidade internacional deu ao impasse da situação política», assinala um relatório do BID. «Estes fundos estão avaliados em mais de 500 milhões de dólares.» [5]

Artigo de Paul Farmer

Ver íntegra

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

  • Onlinehome.fr  On 6 de Agosto de 2013 at 1:25

    I’ve been surfing online greater than 3 hours these days, but I by no means found any fascinating article like yours. It’s pretty value enough for me.
    Personally, if all website owners and bloggers made excellent content as you did,
    the internet will likely be much more helpful than ever before.

  • uin-malang.ac.id  On 27 de Agosto de 2013 at 20:54

    Remarkable! Its truly remarkable paragraph, I have got much clear idea regarding from this article.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: