O sonho

Acordei repentinamente

Com o meu sonho

Curto e assombroso
Entre quatro paredes, na minha cabeça


Sentimento naturalista
Alimentado por visões diárias
Entre o compasso da rotina
Há sempre um acontecimento


Acontecimento ou não
Importante ou não
Fica memorizado
Nas entranhas do nosso cérebro.


É ele que nos move
É ele que nos faz acreditar
Real ou irreal
O sonho alimenta a vida

Alexandre Fonseca

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: